Buscar
  • Mateu

Cavalo Marinho na Zona da Mata

O Cavalo Marinho é uma manifestação popular oriunda, principalmente, da Zona da Mata Norte de Pernambuco e Sul da Paraíba. A brincadeira é um teatro de rua, rico em repertório musical e em dança, contendo personagens mascarados (figuras), representando caricaturas de tipos sociais, animais e seres fantástico. Vivenciado em grande parte por trabalhadores rurais, a tradição envolve performances dramáticas, musicais e coreográficas.


Na Zona da Mata Norte de Pernambuco, nos intervalos do trabalho na lavoura de cana, inventou-se uma brincadeira. Misto de teatro, música e dança, o cavalo marinho é festa de terreiro.

Versão para o boi de terreiro, o brinquedo só existe na Zona da Mata Norte de Pernambuco e na Paraíba. John Patrick Murphy, no livro Cavalo-marinho pernambucano, mostra duas hipóteses para a adoção do nome do folguedo. Ele lembra que em várias versões da brincadeira aparece a frase “Cavalo Marinho dança muito bem”, que, segundo ele, se referiria a um cavalo importado do além-mar, Portugal. Outra hipótese seria a da adoção do sobrenome de um grande Capitão da Capitania Hereditária da época colonial, na região. A brincadeira é composta por música, dança, poesia, coreografias, loas, toadas e reúne cerca de 76 personagens, todos vestidos com máscaras, fitas, espelhos. Eles estão divididos em três categorias: animais, humanos e fantásticos. Destaques para o Capitão Marinho, Mateus, Bastião, o Soldado da Guarita, Empata Samba, Catirina e Mané do Baile.


📷

0 visualização

Rua Nilo Jerônimo de Souza, Nº 207/ Bairro: Novo Condado 

Condado - PE/ Brasil

 CEP: 55940-000

Telefone: (81) 9 8981.8962

NOSSAS REDES SOCIAIS:

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram